AGENDA DE SHOWS

Fique por dentro da agenda de shows do Tiago.

CONFIRA

OUTROS DEDILHAM VIOLÕES

Saiba como tocar as canções do Tiago Iorc com vídeo aulas bem feitas e simples.

CONFIRA

GRUPO NO FACEBOOK

Faça parte do nosso grupo no Facebook, compartilhe fotos, vídeos e experiências com outros fãs.

PARTICIPE

SPOTIFY

Acompanhe a discografia completa do Tiago Iorc no Spotify. Seu último álbum, 'Troco Likes' está disponível.

OUÇA

DÚVIDAS

Alguma dúvida ou, simplesmente, gostaria de fazer contato conosco?

ENVIE UM E-MAIL
Siga-nos
no Instagram
@tiagoiorconline.

Iorc Rig: Conheça mais sobre os equipamentos de som que o Tiago Iorc usa!


Fala, galera do Tiago Iorc Online! Os amantes das cordas estão por aí? Esperamos que sim, porque hoje estamos estreando mais uma novidade pra vocês aqui no site. Depois do “Outros Dedilham Violões”, é a vez do projeto “Iorc Rig” entrar em cena!

Foto: Juliana Cerdeira
A partir de agora, nós vamos trazer algumas matérias contando um pouco mais sobre o que está por trás do som que o Tiago faz tanto no palco quanto em estúdio. Pra começar bem, hoje é dia de saber quais pedais que ele usa e quais as mágicas que eles fazem!

Importante: para fazer essa matéria, nós nos baseamos nessa foto do set de pedais que o Tiago postou em março deste ano em seu Instagram. Se vocês souberem de alguma mudança que aconteceu desde então, por favor avise a gente ok? Então vamos lá!



BOSS CHROMATIC TUNER 3
Vamos começar por um dos pedais mais fundamentais que um cara com um violão deve ter: o afinador. Esse aí que o Tiago usa é o Boss Chromatic Tuner. Não dá pra ver tão bem na foto, mas provavelmente é o modelo mais recente do pedal, chamado de Boss Chromatic Tuner 3.


Não tem muito segredo! Conforme você vai tocando as cordas, o visor dele indica se ela está afinada, ou acima, ou abaixo do que deveria. Ele é incrivelmente preciso e ainda traz a opção de afinar instrumentos de 7 cordas. Outro recurso importante é o de cortar o som do violão enquanto Tiago afina. Já pensou você na plateia ouvindo todas as vezes que ele afina ao longo do show? Tudo bem, não seria tão ruim assim, mas é melhor ser discreto nessas horas.
Preço nos EUA: 100 dólares
Preço no Brasil: 400 reais


XOTIC EP BOOSTER
Aquele pedal bem pequeno ao logo do afinador é, na verdade, o gigante Xotic EP Booster. A função básica do EP é ser um booster de volume. Mas o que seria isso? Quando acionado, ele aumenta o volume e dá corpo ao som do violão de Tiago, como se deixasse tudo mais “gordo”. Ele provavelmente usa o pedal para garantir que, independente do local, o som do violão vai estar sempre encorpado.


Ele também é bem facinho de mexer. Esse único knob (a rodinha) que define o quanto vai ser adicionado de volume ao seu som quando o pedal for acionado. Ele vai de 0 a 20db. Além disso, o pedal ainda tem uma arma secreta. Ao abrir a parte de baixo, você vai achar duas chavinhas: uma adiciona frequências mais graves ao som, a outra deixa o timbre mais brilhante (modo bright). Ele também é muito usado por guitarristas. Dá uma olhada nesse vídeo da loja Pro Guitar Shop fazendo uma demonstração. 


Preço nos EUA: em torno de 120 dólares
Preço no Brasil: em torno de 1200 reais


FULLTONE FULL DRIVE 2 MOSFET
Passando para a parte mais Rock n’ Roll do set do Tiago, aparece o Fulltone Full Drive 2 Mosfet. Se você está procurando um bom pedal de Boost/Overdrive, está aí uma ótima opção! Ele funciona com dois lados independentes: um de boost (que explicamos no Xotic EP Booster) e um de Overdrive (aquele efeito que adiciona uma sujeira ao timbre).



Para viajar nessas duas possibilidades, o pedal oferece 4 knobs (rodinhas) e 2 switches (chavinhas pequenas). Vale dizer que Tiago dificilmente usa os timbres pesados e sujos que o pedal tem.

Os knobs são:
- Volume: define o volume do timbre quando o pedal for acionado
- Tone: basicamente, quanto mais você girar para a esquerda, mais fechado e grave fica o som. Para a direita, mais agudo.
- Overdrive: define o quanto de “sujeira” será adicionada ao timbre
- Boost: define quanto volume será adicionado ao acionar o lado direito do pedal



Chavinha da direita (afeta o lado Boost): permite escolher entre Standard e Mosfet. Standard não altera o timbre original do instrumento, apenas adiciona a “sujeira”. Já o Mosfet, dá uma carregada nas frequências médias.
Chavinha da esquerda (afeta o lado Overdrive): permite escolher entre Comp cut, FM Mode e Vintage. Comp Cut oferece aquele som limpo e encorpado parecido ao do EP Booster e é bem usado pelo Tiago. FM Mode parece o anterior, mas traz um pouco mais de “sujeira”. Vintage carrega nos médios.
Preço nos EUA: em torno de 120 dólares
Preço no Brasil: em torno de 1200 reais

STRYMON TIMELINE (Delay)
Para terminar, vamos falar do pedal mais incrível do set e um dos mais desejados do mundo! O Strymon Timeline! Ele é a prova de que, além de bom gosto para as músicas, Tiago também tem muito bom gosto para efeitos.
O TImeline é um pedal de delay. Calma, vamos esclarecer o que é isso. O delay é aquele efeito que produz repetições daquilo que é tocado, como se fosse um eco.


O diferencial do Timeline é que, além desse eco tradicional, ele permite criar infinitas possibilidades de sons de ambiência e reverberações. São 12 tipos de delays que te permitem ir de imitações de violinos a repetições múltiplas ao melhor estilo U2.
Tiago não viaja tanto nesses tipos de efeito. Ele usa o pedal para dar uma “molhada” no som do violão. Dar um complemento e brilho às notas. Enfim, se você quer realmente entender o que esse pedal é capaz, invista uns minutinhos pra fuçar nessa página do site da Strymon.
Lá você vai encontrar várias demonstrações como esta aqui.


Preço nos EUA: em torno de 450 dólares
Preço no Brasil: em torno de 3000 reais

CONCLUSÃO
Apesar de estar fazendo a maioria dos seus shows acompanhados apenas pelo seu violão, dá pra ver que o Tiago está cheio de cartas na manga, ou melhor, nos pés. Uma engordada no som dali e uma ambiência aqui fazem muita diferença na hora dos shows, por mais que pareça que o som do violão está 100% puro em alguns momentos.
Se você fosse comprar um set igualzinho a esse do Tiago aqui no Brasil hoje, teria que desembolsar quase R$ 6 mil. Claro que não é pouco, mas teria a garantia de que são pedais de primeiríssima categoria!

Esperamos que o primeiro Iorc Rig tenha ajudado vocês a entender um pouco mais do que rola além das mãos e da voz do nossa amado Tiago. Como sempre, fica o pedido: nos digam o que acharam, conta pra gente o que vocês querem saber sobre essa parte mais técnica, falem bem, falem mal... estamos aqui para ouvir! Obrigado e até o próximo Iorc Rig!  

4 comentários:

  1. Legal cara, muito boa essas informações. Obrigado!
    Só faltou informar sobre o violão, mas tá valendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele usa o violão Larrivee d-60 com captação Lr Baggs M1 Active

      Excluir
    2. Nossa sempre achei que fosse um Martin (de bater olho)

      Excluir
  2. Que setup!!! Gostaria de saber o setup que ele tem usado atualmente. Só conseguir reconhecer o Flint (Reverb) e o Afinador (Tu-3). Sabe me informar os demais?

    ResponderExcluir