AGENDA DE SHOWS

Fique por dentro da agenda de shows do Tiago.

CONFIRA

OUTROS DEDILHAM VIOLÕES

Saiba como tocar as canções do Tiago Iorc com vídeo aulas bem feitas e simples.

CONFIRA

GRUPO NO FACEBOOK

Faça parte do nosso grupo no Facebook, compartilhe fotos, vídeos e experiências com outros fãs.

PARTICIPE

SPOTIFY

Acompanhe a discografia completa do Tiago Iorc no Spotify. Seu último álbum, 'Troco Likes' está disponível.

OUÇA

DÚVIDAS

Alguma dúvida ou, simplesmente, gostaria de fazer contato conosco?

ENVIE UM E-MAIL
Siga-nos
no Instagram
@tiagoiorconline.

MVC: "Tiago Iorc te convida a ser gente de verdade"


Recebemos esta matéria incrível hoje (Obrigado Juliana Melo) e achamos interessante compartilha-la com vocês.
É uma transcrição bem profunda e linda da canção "Sol Que Faltava" que está presente no álbum "Troco Likes" do Tiago Iorc.

O site "Minha Vida Cristã" trouxe um questionamento bem interessante.

Veja:
Você é realmente tão feliz e perfeito quanto aparenta ser?
A música “Sol Que Faltava” faz uma pergunta central, absolutamente pertinente para nossa geração pós-moderna, interconectada e multicultural do século XXI: você é realmente tão feliz e perfeito quanto aparenta ser? Vivemos um tempo onde tudo é maquiado, onde as imperfeições são escondidas e as rugas preenchidas por botox ou corrigidas por aquele aplicativo de edição fotográfica preferido. Tiago do alto de sua genialidade pergunta: onde foi a última vez que você se deixou livre sem se retorcar, sem se instagramear? Instagramear, que sacada fantástica! Não estamos nós correndo atrás da insanidade de ser o que não fomos criados para ser?

Dia desses num restaurante sentei-me à frente de um jovem casal, me pareciam entediados, cabisbaixos, aparentemente sem muitos assuntos para compartilhar, pelo menos um com o outro, e também, bastante ocupados com seus celulares. De repente, para minha surpresa, os dois decidem tirar uma ‘selfie’ e aquelas feições um tanto quanto desanimadas se transformaram em grandes e largos sorrisos aparentemente repletos de satisfação e alegria. É preciso que, honestamente, façamos sempre uma pergunta a nós mesmos: somos realmente tão felizes e perfeitos como aparentamos ser? Cada foto, cada post, cada aparição pública que fazemos reflete, de fato, aquilo que verdadeiramente somos, ou estamos empenhados em aparentar algo que na realidade não existe? Por que fazemos isso? O que queremos com isso? Curtidas? Comentários? Aprovação? Autoafirmação? Por quê?

Tiago pergunta: “quando foi a última vez que você quis escutar, silenciar?” Impossível não lembrar de outra canção dele que diz: “gente demais, com tempo demais, falando demais, alto demais”. Não estaríamos precisando calar mais, desfrutar mais do silêncio, da solitude, de ouvir mais e falar menos? Quando foi a última vez que você calou e preferiu ouvir o som do silêncio? Tiago continua provocando: “onde foi a última vez que o instante deixou se fotografar no teu olhar?



A tecnologia dos smartphones trouxe um sem número de facilidades e avanços para a comunicação do homem moderno, mas com ela também vieram muitos exageros e problemas. Hoje é possível testemunhar uma geração de jovens que tem grandes dificuldades de apreciar o momento que vive. Lembram-se do casal no restaurante? Cabisbaixos, sem trocar uma palavra, ocupados com seus celulares, sem curtir um momento sequer do jantar, no entanto, no momento do ‘selfie’: alegria transbordante pra todo mundo ver, curtir e comentar. Curioso não? Minha pergunta novamente é: somos realmente tão felizes e perfeitos quanto aparentamos ser?

Claro que sabemos que muito do que essa geração que troca likes busca incessantemente é notoriedade. As pessoas precisam ser notadas, elas precisam ser valorizadas, amadas de verdade. Elas estão em busca disso. O ser humano desde sempre procura um amor que supra suas necessidades sem pedir nada em troca. Como diz o Tiago, vivemos em um “mar de tanta indiferença” e isso faz-nos entrar nessa corrida louca por likes, comentários, visibilidade, fama, status, palcos, câmeras e tudo que possa nos evidenciar mais do que os outros.


Tiago expõe com maestria no refrão de sua canção que neste mar de tanta indiferença em que vivemos o que nos falta é o sol. E é isso mesmo. Estamos à procura do sol que irá nos aquecer e iluminar de forma que jamais venhamos a sentir frio novamente ou nos perder ao longo dos tristes e escuros caminhos que se nos apresentam na vida corriqueiramente. Um sol que suprirá de uma vez por todas nossa carência por visibilidade, notoriedade e um amor verdadeiro.

É certo de que no mar de tanta indiferença é o sol que nos falta! Esse sol jamais nos será indiferente, este sol é o amor com o qual você sempre sonhou, é o abraço no qual você sempre quis se esconder, é o perdão e o acolhimento que você sempre quis receber. Neste mar de tanta indiferença, olhe pra o sol, o sol da justiça que traz no calor e no poder de seus raios, cura, paz, alegria, libertação e amor jamais vistos em toda existência humana!

Obrigado Tiago! Obrigado Jesus!

Que Deus nos alcance!
Se você quiser ler a matéria completa, clique AQUI


Não deixe também de ouvir a musica tema deste lindo texto:

Nenhum comentário:

Postar um comentário